A Praca dos Estados, na Candangolandia, esta dentro do maior sitio historico de Brasilia. Muito maior do que a Praca do Congresso Nacional. Foi aqui que os pioneiros, vindo do estados e acreditandoem um Brasil grande, iniciaram a constituicao da Capital da Esperanca.

Por isso nao aceito o estupro do Senhor Arruda e seu grupo comete contra esse espaco.

POR FAVOR AJUDE-NOS

Grupo de defesa da memoria candanga – Cidade Livre

Q7 conjunto A Casa 82

Candangolandia 33017642

Coordenador Carlos Paulista.

Anúncios

4 Respostas to “”

  1. Nathália Says:

    Morei na Candanga durante 3 anos – me mudei há alguns meses.
    O que está aacontecendo com a praça dos Estados? Estupro? Em que sentido (se é que é uma metáfora)?

  2. Igor Kleito Santos Says:

    Sei que não é o espaço certo para isso, mas como tenho pouca prática no twitter peço que o @foraarrudaemafia me adicionem nos following/followers para eu poder trocar ideia com o movimento.

    Sou o Igor Kleito, poucos me conhecem, estava aí dormindo desde sexta-feira.
    Tô no trampo agora, mas nem consigo trabalhar.
    Só fico lendo e assistindo vídeos e notícias sobre o movimento.
    Após as 8 horas de escravidão eu retorno à CL.

    Me adicionem aí: @kleito

    Força, galera!

  3. alexporalex Says:

    Arruda faz operação para controlar CPI e salvar mandato

    A quatro dias de ser expulso pelo DEM, o governador José Roberto Arruda pôs em andamento uma manobra para tentar escapar do impeachment e salvar o seu mandato. Nos últimos dias, ele reuniu a base partidária na Câmara Legislativa do Distrito Federal e avisou que não renunciará. Ainda ordenou que os aliados se dividissem em novos blocos partidários, para controlar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigará as denúncias de pagamento de propina para o governador, integrantes do seu governo e deputados aliados, flagrados em gravações de vídeo que mostram partilha de dinheiro. O “mensalão do DEM” veio à tona com a Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal (PF), há dez dias.

    A operação-abafa deflagrada por Arruda fez com que fossem formados quatro blocos com 14 deputados aliados distribuídos entre eles. Como o regimento da Câmara Legislativa prevê o critério de proporcionalidade para definir quem fica com as vagas e cargos importantes de comissões permanentes e especiais, como uma CPI, a formação dos blocos garante a hegemonia para o grupo político do governador.

    Na composição anterior, o PT, que faz oposição a Arruda, tinha a maior bancada. Crescia, assim, o risco político para Arruda, uma vez que um petista assumiria uma das funções estratégicas na CPI. Com a recomposição de forças na Casa, os blocos aliados poderão indicar a maioria dos cinco integrantes da CPI, tendo força para escolher o presidente e ainda ficar com a relatoria.

    Como o ano legislativo está terminando e as comissões permanentes terão suas composições redefinidas no início de 2010, os aliados também poderão manter o controle de comissões importantes, como a de Constituição e Justiça, por onde passam os pedidos de impeachment contra Arruda.
    Fonte: http://noticias.br.msn.com/artigo.aspx?cp-documentid=22809576

  4. Durepox Says:

    Concordo com a saida dos atuais corruptos… Porém o que fazer com os próximos e os anteriores tais como Roriz e sua trupe? Tem gente que já esqueceu do porque ele deixou o senado… Estou desesperançoso com as eleições do próximo ano… Realmente não há candidados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: