Posts Tagged ‘comunicação’

Nota do movimento Fora Arruda e Toda Máfia sobre a ocupação do STF

fevereiro 12, 2010

Na quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010, ocorreu um fato marcante: pela primeira vez na historia do Distrito Federal um governador foi preso.

O governador Jose Roberto Arruda, comandante de um enorme escancarado sistema de corrupção e de distribuição de propina, finalmente foi preso preventivamente após uma decisão do Superior Tribunal de Justiça.

Esta decisão ocorreu após a movimentação de Arruda e de seus aliados para tentar emperrar as investigações, chegando ao ponto de tentar subornar uma das testemunhas para que contasse uma versão favorável ao governador durante seu depoimento à Policia Federal. Para infelicidade do governador essa sua movimentação foi acompanhada de perto pela PF, que inclusive filmou a tentativa de suborno.

Foi necessário um longo período de mobilização popular contra essa máfia desde o estouro do escândalo, que ocorreu no final de novembro de 2009. Após muitas manifestações, mobilização popular e pressão social, finalmente a justiça começa a ser feita.

Após esta noticia tão aguardada pelo povo do Brasil e do Distrito Federal, foi convocada uma manifestação na frente do Supremo Tribunal Federal, onde Arruda tenta conseguir um habeas corpus para sair da prisão.

Durante a tarde e a noite de quinta-feira a manifestação seguiu e segue pressionando para que o habeas corpus seja negado. No final da noite recebemos a noticia de que o ministro Marco Aurélio de Melo somente tomará a decisão na sexta-feira.

Acreditando que em um momento como esse precisamos estar atentos e atuantes para que o STF ouça a voz das ruas e tome a decisão correta, decidimos realizar uma vigília acampando na marquise do STF, na entrada do prédio.

Nesta mesma quinta-feira o Procurador-Geral da Republica Roberto Gurgel pediu ao STF uma intervenção federal no Distrito Federal, para que o Governo Federal indique um governo provisório, tendo em vista a extensão do esquema de corrupção instalado no DF e que toda a linha sucessória esta contaminada por este esquema, alem do governador, o vice Paulo Octávio, o presidente da Câmara Legislativa e ate mesmo o Tribunal de Justiça e o Ministério Público do DF estão sob suspeição.

Convocamos toda a população para que compareça ao Supremo Tribunal Federal na manhã de sexta, pressionando o STF para que negue o pedido de habeas corpus de Jose Roberto Arruda, garantindo assim que ele não continue livre interferindo nas investigações usando o poder econômico do diário oficial e dinheiro de corrupção.

Não podemos nos deixar levar pela idéia de que apenas as grandes instituições são capazes de realizar as mudanças necessárias no atual cenário político brasileiro. Somente a força popular canalizada para a resolução dos desafios apresentados à população brasileira, poderá mudar a realidade habitual da impunidade. Mais importante e mais efetivo do que uma intervenção federal é uma intervenção popular.

Apenas a pressão popular pode garantir que neste ano, em que Brasília completa 50 anos, tomemos o nosso destino em nossas mãos para construir uma nova cidade, sem corrupção, efetivamente democrática e com cada vez mais participação popular.

Brasilia outros 50!

Fora Arruda, Paulo Otávio, Deputados, Roriz e Noroeste – PDOT.

SORRY PERIFERIA

dezembro 30, 2009

Calma, o título não é nosso!
O título deste post foi utilizado, em matéria, pelo jornal da comunidade ( pertencente ao grupo Grupo Comunidade de Comunicação – DF).

Detalhe: A matéria era de capa.

O conteúdo do material relacionava Brasília com outros estados brasileiros. Para o veículo de comunicação, o Distrito Federal é o melhor local para se viver em todo Brasil.

O jornal diz que “Brasília é uma cidade rica não graças às maracutaias dos políticos corruptos ou de negociatas feitas entre empresas e governos. A cidade tem seu alto-padrão de vida fruto do trabalho honesto e decente de seu povo, o que causa inveja em muitos estados brasileiros. A capital federal é, e sempre foi, vítima de preconceitos e de difamações por parte da grande imprensa, mas continua conseguindo índices e títulos que orgulham os brasilienses, como: 3° maior produto interno bruto do país; melhor índice de desenvolvimento humano e um dos melhores do mundo; maior número de shoppings por habitante; melhores salários”.

A matéria foi publicada semanas após o escandalo de corrupção envolvendo o Governo do Distrito Federal (DF) e,  estranhamente,  o vice governador do DF,  Paulo Octávio, tem inúmeros espaços publicitários no jornal da comunidade.  Não é por nada que o veículo é distribuido nas comunidades ricas e de classe média de Brasília, gratuitamente.

Relacionando o atual momento — imerso ao mundo dos bandidos — que vivemos em Brasília com a informação veiculada no jornal da comunidade, a galera do Fora Arruda e toda máfia, em resposta,  fez o seguinte vídeo:


Aliás, por que um negócio desse se chama jornal? Deveria ser tratado como informe publicitário, cartilha, carta de opinião. Menos jornal.