Posts Tagged ‘ocupação’

Nota sobre a ocupação do novo prédio da Câmara Legislativa do DF

abril 22, 2010

Brasília, 21 de abril de 2010

Nota sobre a ocupação do novo prédio da Câmara Legislativa do DF 

O Movimento Fora Arruda e toda a Máfia – criado após o estouro do maior escândalo de corrupção do Brasil, a Caixa de Pandora – continua na luta por uma nova política no Distrito Federal, com a construção de novos 50 anos para Brasília.

Exatamente no cinqüentenário da capital federal, ocupamos o prédio destinado à nova sede da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Este ato simbólico busca expressar toda a indignação da população brasiliense com a atual situação política e social em que vivemos.  Não podemos deixar que as comemorações dos 50 anos de Brasília sirvam como uma nuvem para camuflar todas as injustiças do DF.

Não podemos aceitar um governador eleito por 13 deputados – dos quais 8 estão comprovadamente ligados às denúncias de corrupção do DF. A escolha de um governador deve ser feita pelo seu povo. Exigimos a impugnação da eleição indireta de Rogério Rosso (PMDB), que esteve a serviço de Roriz e Arruda nas últimas gestões de governo e representa a continuidade dessa mesma política.

O prédio que ocupamos – superfaturado e desnecessariamente grande e luxuoso – não pode abrigar os mesmos corruptos que elegeram Rosso e tentam nos calar com panetone. Ele deve ser destinado às necessidades da população. Sua gestão deve ser feita diretamente pelos movimentos sociais. O primeiro passo para essa conquista é a realização de uma auditoria das obras do prédio, que custou três vezes o valor do orçamento inicial.

Exigimos também uma auditoria das obras da nova rodoviária. Aliás, toda a política de transportes do DF tem que ser questionada. É preciso cancelar o contrato do atual passe livre com a empresa Fácil. Lutamos por um transporte realmente livre, gratuito e de qualidade. Os usuários têm o direito de construir um transporte verdadeiramente público para o DF, participando ativamente das decisões.

Para começarmos a construir outros 50 anos, é fundamental que o atual Plano de Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT) seja totalmente anulado. A farsa do Setor Noroeste como um bairro ecológico tem que ser desmascarada. É preciso respeitar a comunidade indígena do Santuário dos Pajés e a biodiversidade. É inadmissível construir apartamentos exclusivos para a elite local, enquanto milhões de pessoas não tem condições adequadas de moradia. A ação cautelar que impede as obras no Noroeste tem que ser cumprida.

Todas as investigações devem ser aprofundadas e os corruptos, punidos. A população deve ter acesso a todos os vídeos do inquérito da Caixa de Pandora. Só quando todos estiverem cientes do que está acontecendo nos bastidores da política, teremos força para construir o poder popular. Nenhuma ação violenta e repressora vai nos parar. Exigimos a demissão do Coronel Silva Filho, da Polícia Militar – responsável por várias agressões criminosas contra o movimento.

Participe dessa luta você também. Venha para a Câmara! Mostre que você também está indignado. Coloque faixas pretas no seu carro, na sua janela ou onde mais a criatividade deixar. Poder para o povo!

Gog na Ocupação! Ponto Phinal!

dezembro 6, 2009

Ponto Phinal Letra: GOG

Pediu perdão pelo painel, povo perdoou! Pego pela PF-Pandora pegando propina, protelou! Perseguição?

Podridão propagou, pipocou pelos poros, proporções profundas: Prece pós paulada, parlamentares pouco prudentes, participando povoando paletó, processados.. Pega! Pega! Pega! Panorama, prova porque precisamos pensar, pensar, pra por pessoas possuindo poder.

Principal periódico provoca: proclama… Psiu! Para! Proibido Proibir!

Posso Prosseguir? Pode!

Posso Prosseguir? Pode!

Plano Piloto, Planaltina, Paranoá, Pedregal, professoras, pedagogos, psicólogos, passadeiras, porteiros, palmarinos, pais, pedestres,pioneiros, população perplexa Pergunta! Porque panetone? Poderiam pedir pernil, peru, passas, pisca-pisca. Proporcionar passagem prazerosa, pro povo preto, pobre, periférico. Pavimentação pública, paradas, pontes, pistas, postes, passam!

Posso prosseguir?! – Pode!

Posso Prosseguir?! – Pode!

Paparicado, patrocinado por peculato, porcentagens, pagamentos, picadeiro prosperou, pandemia, Promulgaram PDL’s, PDOT.

Protegidos por patolas, pactos, padrinhos, padroeiras, pistolões, petições, protocolos, procurações, plantel Possui palácios pomposos, pratarias, parabólicas, passaportes, pingentes preciosos, pisos parquê! Promovem passeios paisagísticos, progamas, pares perfeitos, Patrocicanm pileques, pescarias picantes, prefeitos

Posso prosseguir?! – Pode!

Posso Prosseguir?! – Pode!

Professor Pastinha! Patativa, Poeta prosador:

Pelas Palafitas, palhoças, persiste penúria, pindaíba, penumbra, precariedade. Pernilongos, percevejos, perambulando pelas paredes picam pessoas. Pediatras presenciam pupilos, pimpolhos, pirralhos, prematuros, perdendo peso! Pálpebras pálidas, pulsos palpitantes, pupilas piscando… Pobreza polui?

Posso prosseguir?! – Pode!

Posso prosseguir?! – Pode!

Possuo palpite, particular, pessoal polêmico. Punição pros patifes! Pena pArruda? Pega Palmatória, pega palmatória!